quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Bullying: o silencio dos inocentes; meu desabafo

Tou doida para desabafar aqui , eu estava conversando com um amigo e indiretamente chegamos ao assunto Ensino Fundamental, lá estava ele falando das coisas engraçadas que houveram e eu comentando sem ter nada bom para falar, tendo que lembrar sobre a desgraça que é o tal do bullying.
Infelizmente, agora qualquer merda (literalmente) falam e brincam dizendo que é bullying e eu sinceramente tenho ÓDIO disso porque senti na pele esse veneno por mais de 10 anos (tenho 17), eu me sinto uma "retardada" quando falam que qualquer coisinha é bullying e não sabem o tao ruim que é. Por isso vou explicar o que é, Bullying é um conjunto de atitudes de violência e/ou psicológico, de caráter intencional e repetitivo, praticado por um agressor contra uma ou mais vitimas que se encontram impossibilitadas de se defender (E para quem é tímido é horrível).
As pessoas pensam que o b. é "somente" xingar, apelidar e agressões físicas, mas com certeza o modo em que eu mais sofri foi o modo Psicológico e Moral:
  • Irritar
  • Humilhar e ridicularizar
  • Excluir
  • Isolar
  • Ignorar, desprezar ou fazer pouco caso
E não é "desculpa" dizer que a culpa é do tímido, ninguém é assim porque quer, também "estimula" muito quando você se esforça para tomar a iniciativa de falar com alguém e escutar coisas sem graça (que eu já escutei) como: - Nossa, é a primeira vez que eu ouvi a sua voz, ou , - Uau, ela fala português .No meu caso olha no que resultou:
(preciso falar algo?)
Não, não estou com vergonha de admitir no momento o que aconteceu comigo, acho que quem devia ter vergonha é quem pratica o bullying. Querer chamar a atenção me cortando? Me desculpe, acho que quem quer chama a atenção é quem fica diminuindo os outros praticando tais agressões (me deu vontade de citar nomes mas não pago com a mesma moeda porque não desejo a ninguém o que teve comigo).
Ao invés de me olharem torto e com desprezo um simples "eu quero te ajudar" poderia mudar TUDO.






Pois bem, bullying me deu depressão junto com outros fatores interligados a ele, como não ter amigos e quando conseguir um considerar ele(a) muito especial, ansiedade social entre outras coisas, por isso que quando alguém que eu gosto faz algo errado eu não sinto raiva dessa pessoa porque eu me lembro de quantas pessoas já "vieram" falar comigo.
E para evitar é tao simples, se alguém somente tivesse alguma conversa comigo era o meu sorriso para o resto do dia, e sim, eu me mostrava triste, deprimida, retraída ou aflita sempre, todos me isolavam e ainda falavam que eu que era a "estranha" e em todo canto que eu fosse isso refletia e o pior de tudo é que isso era tao frequente que eu achava que era o normal e era acostumada, ser triste e isolada era tao comum para mim que eu nem percebia que isso era ser triste, também nunca pedi ajuda pois nunca gostei de ter atenção, ficava nervosa com as pessoas me olhando e quando eu pedia para sair do local para os meus pais eles só falavam: "Todo lugar tem algum imbecil" , e isso não é tao simples assim, ainda mais quando fere.
Por isso que a internet sempre foi a minha salvadora, meus pais viviam me mostrando artigos sobre vicio em internet, e antes a internet era pelo cabo telefônico (faz aaanos) aqui em casa, viviam reclamando que ninguém conseguia ligar, mas eu não podia fazer nada enquanto não tinha amigos e só falava com as pessoas e me divertia na internet né.

E crianças e adultos também tem preconceito com tímidos, os adultos também falam que o tímido é "estranho" e que a pouca fala é "falta de educação", isso me dá tanto nojo que não vou nem explicar e crianças podem sim ser cruéis e a maioria sabe o que está fazendo.

E ai me falam é só "esquecer" ,pois bem, para quem nunca sofreu é fácil, para quem já sofreu não tem nem como negar, tudo isso me tornou elevadamente sensível, as cicatrizes doem e ninguém sofre nem se tortura por que quer, quem pensa isso tem preconceito e só está olhando superficialmente.
Um exemplo é o famoso Massacre em Columbine; eu que já sofri bullying e sei muito bem que o que houve foi pela dor inevitável das cicatrizes, da depressão, da ansiedade, do medo.
Muitos não sabem o grande que é o valor do auto-estima, é esse valor o que te faz viver e ainda bem que até agora eu tou viva.

E não existe motivo nenhum que justifique o preconceito e isolamento a quem é tímido, introvertido ou gosta de coisas diferentes dos outros. Ser diferente não é ser esquisita, é algo simples que ninguém aprende. 
Apesar de tudo, eu amo ser tímida, é algo único e marcante meu,e eu nunca mudei para me encaixar nos padrões, sobre isso eu já escrevi o meu Desabafo de uma tímida

Até :)


32 comentários:

  1. Parabéns pela força e coragem que você teve em não se calar

    ResponderExcluir
  2. Realmente Bia, só quem já sofreu desse mal é que sabe o quanto dói, tive sorte de não ter depressão nem anorexia ou outra coisa pior, na infância tinha meus amigos, PORÉM, tinha meus carrascos tbm! Ser apelidada constantemente e provocada, fizeram de mim uma menina um tanto quanto agressiva, isso me prejudica as vezes, estar quase sempre na defensiva é ruim e comum p mim. Podemos lutar, n p esquecer, mas para lembrar e n desanimar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ai, agora você é linda e poderosa amga prepara
      Alem d desenhar perfeitamente bem

      Excluir
  3. Parabéns Bia, pois só de fazer simplesmente esse poste, já está mostrando pra muitas meninas que se pode dar a volta por cima consegui vencer \o/ E que ser tímida, é um charme, não uma exclusão da sociedade, e ser vc mesma é o que te faz mais forte. bjs amore <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maryy <3 I love U
      Foi o post com mais lido que eu já vi ;x nem imaginava pq pouco sao os q ligam p isso kkkk
      Temos a forca /

      Excluir
  4. Que postagem foda. Também já sofri bastante bullying mas as consequências foram outras. Nunca me cortei ou tomei remédios. Eu meio que me "mascarei" pra esconder a dor e hoje já nem sei quem sou, não tenho amor próprio, não tenho vida organizada, ou seja, estou perdido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é otaku meu bem, é uma raca superior, n se sinta assim pois temos a forca o/
      Mts vezes o Unico é visto como estranho

      Excluir
  5. eu li poucas coisas do seu blog até agora mas achei muito interessante e me identifiquei muito com você, eu sei que você é bem tímida, percebi isto pelo pouco que eu li mas queria saber se você tem um facebook ou um e-mail para nós conversarmos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii :) Estou muuuito feliz que voce achou interessante e identificou-se *-*
      Claro, esse é o meu face https://www.facebook.com/beatriz.uzumaki

      :)

      Excluir
    2. Se não conseguir add me passa aqui :)

      Excluir
  6. não consegui adicionar, incrivelmente não tem opção de adicionar nem mandar mensagem para você, por favor me adicione neste aqui https://www.facebook.com/hagiri.sniper

    ResponderExcluir
  7. Olá Bia (Posso te chamar assim?)
    Já sofri muito com bullying e sei o quanto é ruim. O pior é que a maioria das pessoas não entendem (ou preferem fingir) o quanto essa desgraça faz mal a mente e ao corpo. Não consigo entender como tem pessoas que se divertem com a tristeza dos outros. Infelizmente, o mundo esta cheio disso e o pior é que ninguém oferece uma via para a solução...
    Beijos e muito obrigada pela visita no Barbies Collectors

    P.S.: Amei seu blog também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii *--* pode chamar siim, estou super feliz que você amou o blog, jajá acabo de escrever o meu post sobre as dolls.
      Pois não é :/ . Quando eu publicou esse post ao mesmo tempo que foi bom foi ruim, um monte de gente ficou falando que eu queria aparecer e ficaram dando dicas de como eu morrer (sendo que em nenhum momento eu disse que queria morrer) enquanto eu só queria jogar tudo para o lixo, mas por outro lado apareceu pessoas que realmente leram e entenderam o que eu quis dizer o que me dá uma felicidade enooorme <3

      Sucesso para você :)

      Excluir
  8. Hey, Beatriz, realmente você é bem corajosa. Muitos de nós otakus, gamers já sofreram com esse tipo de problema. O que parece mais incrivel pra mim é que geralmente isso ocorre nas escolas onde deveriam nos educar e fazer de nós pessoas melhores. Sofri muito disso também em outros tempos, mas estou bem mais feliz hoje, pois encontrei no mundo virtual um refugio. ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, quando eu tinha esse problema esculachavam de mim e agora que eu finalmente explodo e desabafo tbm encontram algo p esculachar -__-
      Sempre tem alguém que nos critique mas o importante é que estamos bem né :) haha,eu tbm, mundo virtual <3

      Excluir
  9. Oi Beatriz, já quase passei por situações de bullying tentaram começar a fazer algo desse tipo comigo. Inicialmente fiquei mal, porém eu não achava justo eu me sentir mal enquanto as pessoas riam da minha cara então aprendi a ignorar essas coisas, além do que quando eu perdia minha paciência sentava a mão ou tacava a primeira coisa que vi na pessoa. NUNCA MAIS a pessoa foi ficar de graça comigo ou qualquer outra pessoa! Aprendi a nunca mais levar desaforo para casa, agora a coisa mais constrangedora que eu cheguei a passar foi a mãe de uma amiga não querer que ela andasse comigo pelo fato de eu ser morena/negra. Pois é uma situação de racismo, que sinceramente não compreendo como essas pessoas pensam sendo que quando morrer vai para o mesmo lugar debaixo da terra.
    Sei que cada um tem sua personalidade mas em questão de bullying o melhor é cortar logo este tipo de brincadeira da pessoa, você juntar força para se defender, pois se fraquejar é um bonus para aqueles que estão fazendo pouco caso de você. Não deve dar suas lágrimas para alguém que não merece :c

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii ^__^
      Nossa, você teve bastante coragem e força, te admito por isso. eu não tive e sofri bastante, mas ainda bem que tudo deu certo contigo. Caramba ;/ e de pensar que essas coisas ainda existem e o povo ignora, eu sou super fã da riqueza cultural e étnica que há no mundo, é até por isso que eu curso Relações Internacionais.
      Concordo contigo :) ninguém assim merece as nossas lágrimas nem atenção.

      Até logo ^___^
      *desculpe a demora para responder o comentário, eu realmente não vi e sempre checo na página inicial do blogger quando enviam :/

      Excluir
  10. oie oq
    Parabéns pela sua coragem. Acredite, já passei por isso e sei que superar é bem tenso.
    Eu sempre fui "diferente" de tudo e todos. Por amar visual kei, me vestir como, ter o cabelo diferente, falar muito e animes e jogos sempre fui a excluida, e como consequencia, vinha a chacota, o bullyng e tudo mais. Passei acho que uns 4 anos da minha vida sofrendo com isso, depois eu tomei jeito, liguei o foda-se e passei a ser como eu queria, do jeito que eu queria e dane-se os incomodados, acho que cresci com isso. Só acho que as pessoas que descriminam os outros deveriam se olhar no espelho sabe? =/

    http://meubaudeestrelas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii ^__^
      Obrigada ♥
      Nossa, e você era bem parecida comigo, também falava muito de animes e jogos, mas que bom que tudo melhorou, você continuou sendo do seu jeito e superou, precisa de bastante força para isso :)
      Sei como é ;/ mas essas pessoas ainda vão ter o que merecem

      Até logo ^___^
      *desculpe a demora para responder o comentário, eu realmente não vi e sempre checo na página inicial do blogger quando enviam :/

      Excluir
  11. Oi linda novamente, eu vi esse post aqui mais antigo e vim desabafar também: Realmente há crianças nojentas que falam coisas horriveis. Uma menina falou para minha irmã "Por que ela não fala? É doente? Isso é tão triste, coitada.* O que mais me matou foi esse doente! Comecei a dar uns foras nessas piolhentas mesmo. Na minha escola eu só fico sozinha nos corredores com minha irmã, há alguns professores chatos e falam coisas como para os meus pais "Não pode levantar o braço tem que responder, tem que socializar". Na minha sala tem muita gente que eu considero legal queria falar com elas, mas sabe, eu acho que vão me achar estranha por do nada começar a falar. Bem todo mundo da minha sala é entre aspas *solidario*. Uma outra menina timida pegou uma cadeira para mim quando eu não consegui achar nenhuma e ainda endireitou minha mesa = Anjaaaaa. Já fiz amizade com ela mas no passado. OCORREU MUITAS INTRIGAS, mentiras que não eram verdades por uma menina aí. Acabou que sei lá.

    Parece que as pessoas sentem inveja sabia. Desde pequena as pessoas falavam que todo mundo era bonita menos eu. Eu dava uma lacrimejada, uma tremida no queixo. Mas não chorava, não porque me achava forte ou certa, mas porque sabia que ela estava errada sabe? Eu tenho uma colega meio amiga que parece psicologa ela me ajuda quando queroo desabafar. Ela me ajuda muito. Só não penso em me matar porque eu acho que tenho que viver e pisar primeiro nas pessos (pisar de certo modo, pois não quero me achar superior, leia como mostrar o que me tornei e que não ligo). Também não me mato porque doí. Por que se não doesse. Mas hoje depois de tudo é dificil eu ter pensamentos suicidas. Hoje eu tenho amigos online, que já me fazem bem. Eu agradeço pelo que tenho e sei que vou alcançar as coisas ( o J-pop também me ajuda muito com suas traduções rs). BEIJOS.

    S A Y O N A R A S Malignos: Hi Tokkio (づ。◕‿‿◕。)づ - Doçuras, Música, Diversão e muito mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hoje eu e essa menina anja somos somente colegas. Ela é timida tem outras amigas timidas, aí fica numa situação delicada.

      Excluir
    2. Oiii ^__^ Que bom você aqui dnovo ♥ É gratificante eu escrever as minhas experiencias no blog e ler a de outras pessoas.
      Nossa, para mim quem é "doente" é quem tem preconceito, porque até de tratamento precisa. E os professores deviam ser preparados para esse tipo de situação, o que não ocorre :/ pensam que o aluno tem tais dificuldades porque "quer". Tenta falar com essas pessoas ^___^ se não conseguir a amizade pelo menos pode dizer que fez o seu máximo, e isso é o que importa. Nossa, que liiindo o que ela fez *¬* eu super admiro pessoas assim.

      Tenta resolver esse problema com ela, como para quem é tímida falar pessoalmente é mais difícil, fala com ela na internet, como no whats ou face, tomar coragem é difícil, mas vale a pena porque ai ela verá que você dá valor a ela e principalmente ao que ela fez :)

      Sentem inveja mesmo :/ se sentem inferior e para se sentirem superior tentam diminuir a pessoa. Com certeza, igual ao vidro "quando me joga no chão eu quebro, mas pisa em mim que eu te corto", você tem muito o que ensinar para as pessoas. Além de ser otome e uma pessoa super legal que irá conquistar muuuitas coisas ainda ^__^ J-pop é tudo de bom ♥ e muitas coisas boas virão para você, é só esperar :) principalmente porque você é honesta.

      Adorei te conhecer ^___^ ♥ por essas coisas que eu adoro o blogspot :)

      Kisses~~
      Até logo

      Excluir
  12. Olá!
    Eu tenho uma amiga que sofreu as mesmas coisas que você e quando eu disse que ela sofria Bullying ela não acreditou em mim. Ela pensou que era normal as pessoas agirem daquele jeito. E por causa disso ela também se tornou extremamente sensível, e cada amigo que ela consegue hoje em dia é muito especial para ela.
    Imagino o quão horrível deve ser isso, eu já sofri por causa de alguns apelidos que pessoas da minha sala falavam, e até mesmo alguns parentes. Hoje não fazem mais isso.
    A internet também foi a minha salvadora, era muito mais divertido ficar aqui, presa nela do que viver no mundo real. Eu sei que isso é uma dependência, mas nunca vou deixar de amar a internet.
    Você é uma garota forte e merece tudo de bom. Não deixe nada te abalar e siga em frente sempre com um olhar firme e forte. Aqueles um dia que te machucaram poderão te admirar e ver a pessoa incrível que você se tornou!
    Outra coisinha, adorei o blog. Conteúdos bem interessantes!
    Beijinhos!

    Visite o meu blog: www.cantinhogeek.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii ^__^
      Nossa, comigo foi a meeesma coisa. Eu entendo, até porque eu também pensava que era normal e comigo aconteceu igual a ela, tbm sou bem sensível e beeem cuidadosa para não perder amigos, eu só descobri que era bullying quando eu tava no 1º ano do ensino médio e o meu pai usou esse termo.
      Antes eu era beem mais dependente da internet, meu pai percebeu e quando ele cortava eu ficava doida, chorava até o meu nariz entupir, porque eu só tinha amigos nela, ai não queria larga-los, era aonde eu tinha coragem de falar com as pessoas e ninguém me ignorava.
      Obrigada p elogio :) Com certeza ♥ e Obrigadíssima pela força ♥
      Visito siiim ^__^

      Até logo~~ ヾ(^∇^)

      Excluir
  13. Olá!
    Quase 3 anos se passaram sobre a sua confição de coragem sobre o bullyng que sofreu, muito triste aqui lembrando dos bullyng que sofri procurando no google algo sobre mesmo e acabei achando seu blog.
    O meu passado e meu futuro são dolorosos demais quando se refere à bullyng, eu quando criança sofri uma "tortura" piscologica sempre fui o centro das zoações. Devido à isso eu passei a ser uma criança extremamente isolada, não tinha amigos passava todos os intervalos sozinho num canto escondido tinha até vergonha de levantar da cadeira para pedir para professora para ir no banheiro, com medo de ser zoado isso me doía tanto que preferia me segurar até a hora de ir embora.
    Eu sempre fui uma pessoa baixa e magra devido à isso eu tinha muitos apelidos aos quais eu odiava e ainda odeio, devido a isso nunca gostei e nem gosto de chamar ninguém pelo apelido a não ser que a propria pessoa me conceda essa liberdade, pois eu sei a dor que isso causa quando você é chamado de uma coisa que odeia, tempo se passava e as coisas só pioravam ou seja minha infância e adolescente foi clavada de dor, tristeza, revolta, choro... Enquanto eu era torturado psicologicamente eu não conseguia ir bem na escola, meu desejo era ouvir o sinal pra ir embora e sumir daquele lugar, chegar em casa e chorar. A dor de você passar primario, fundamental e médio sozinho sem amigos e isolado das pessoas, abandonei a escola no 1° ano do ensino médio não aguentava mais e arrumei um emprego em um mercado aos 16 anos, ali a tortura começou novamente e assim foi até meu 2° emprego aos 18 anos, eu entrava no banheiro da empresa chorava de tristeza e dava socos na parede a dor era tanta que só Deus sabe, nunca contei pra ninguém nem mãe, pai, irmãos sempre segurei toda essa barra sozinho e ainda seguro.
    A fase adulta chegou e hoje eu vejo o quanto isso me prejudicou, hoje sou uma pessoa com dificuldades para aprender conviver na sociedade, evito festas ou locais que tenha bastante pessoas, hoje com 32 anos passo perto de pessoas com receio se alguém ri perto de mim já acho que é da minha pessoa que estão rindo, procuro trabalhar por conta para não ter que conviver com pessoas, faço musculação em casa com medo de ir à uma academia e ser zoado, quando estou andando na rua me sinto um alien no planeta errado devido ao que sofri eu me fantasio como eu sendo um monstro dentro de mim como sendo um anormal, espelhos me deprimem não gosto do que vejo,não gosto de fotos fujo delas,sempre estou anonimo na internet me escondo do mundo.
    Meus estudo sempre foram uma droga na escola, devido isso já tentei prestar concursos mas sempre obtive notas baixos, resultados do meu aproveitamento ma escola já tentei fazer cursinhos preparatórios mas é como se eu estivesse voltando ao passado isso doe demais então acabo que não aprendendo nada. Pra quem acha que é só uma "brincadeira boba de criança" o bullyng olhem o tamanho dos estrago que causou na minha vida, meu passado é como se todos os dias eu levasse uma surra com muitos chutes e socos só que uma surra corporal as feridas e ematomas saram agora quando é uma surra psicologica isso nunca mais sara é uma ferida que vai doer em você pelo resto da vida.
    Há quem diga que tratamento com profissionais ajuda a pessoa que sofre desse trauma a voltar ter uma vida melhor, já até pensei em procurar ajuda médica, só que fico pensando o quanto vai doer tocar nessa feridas e sentir a dor mais intensa que elas me causavam no passado.
    Bom é isso ai, a historia é bem maior mais vai ficar muito extenso então dei uma boa resumida, é a primeira vez que me desabafo em algum lugar acho que estou mais aliviado. Espero que me perdoem pelos erros grotescos de ortografia a maneira como escrevi o texto é que como disse meu estudo foi uma droga, e acabei perdendo tudo de bom que podia ter aprendido na escola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, o seu desabafo foi profundo e eu me sinto realmente grata em ser o seu relato, sempre é bom conhecer a experiencia dos outros e saber que não estamos sozinhos nesse mundo, mesmo apesar de tudo isso você veio aqui no blog e escreveu esse comentário enriquecedor, são por esses motivos que eu adoro escrever aqui, obrigada :)
      Eu me identifiquei com várias das situações que você mencionou, como a ansiedade para escutar o sinal para ir embora da escola, aquele sentimento ruim de pensar que é com você quando escuta alguém rindo
      Também nunca contei para o meu pai e a minha mãe, mas meio que eles já sabiam, porque eu nunca levava nenhum amigo da escola para casa, até o porteiro da escola já comentou com o meu pai que se preocupava comigo porque nunca me via falando com alguém
      Ainda não tive a experiencia de ter um emprego e eu não sei como irei lidar com isso :/
      Você é MUITO FORTE por ter passado por tudo isso, ao ler o seu relato tive total certeza disso
      Você só irá descobrir tentando ^__^ mas para isso é preciso ter cautela, procurar quem seja um BOM profissional, que tipo de ajuda se adéqua melhor para vc e essas coisas, eu tive que tentar diversas vezes para descobrir que tipo de ajuda foi a melhor para mim, em vez de ter sido a terapia convencional dos psicólogos de ficar falando toda hora, foi a chamada Terapia Comportamental, além de seções com o psiquiatra (que medica), acredito que irá lhe ajudar sim :)
      Fique a vontade para falar comigo caso queira
      Até logo :)

      Excluir
  14. Tem uma coisa que você falo que eu concordo PERFEITAMENTE, 100% auto-estima, ter auto estima e auto confiança é tudo. O pior é quando você não tem nenhuma das duas kkkk' prazer
    Mas o importante é não desistir e tentar fazer com que as coisas melhorem pelo menos um pouco. As vezes a gente cai e pra levantar é difícil, mas não impossível

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente :) Dar um passinho pequeno de cada vez, cair é normal também, mas estar sempre na luta se esforçando

      Excluir

Comentem a vontade ^__^ Eu também respondo (e adoro) os comentários de postagens anteriores. E lembrem-se de quem tiver blog, colocar o link dele no comentário para assim eu o visitar.
Não precisam ser tímidos, apenas mantenha o respeito
Caso desejem, aqui está alguns símbolos para utilizar em seu comentário:
♥ ★ ✿ ♫ ♩ ♬ ☾
(≧∇≦)/ ヽ(;▽;)ノ (*^▽^)/ ▽・ω・▽ (T▽T) ◑▂◐ ◑0◐ ◑︿◐ ◑ω◐ ◑﹏◐ ◑△◐ ◑▽◐ ∩┐(◣_◢)┌∩┐ \m/ (◣_◢) \m/

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...